Dia Mundial de Conscientização da Violência Contra a Pessoa Idosa

Dia Mundial de Conscientização da Violência contra a pessoa idosa

“Gentileza gera Gentileza!”

O dia 15 de junho marca o Dia Mundial de Conscientização da Violência contra a Pessoa Idosa. É necessário criar uma consciência mundial, social e política de combate a violência e disseminar a idéia de não aceitá-la como normal. Tipos de violência cometidos contra a pessoa idosa:

Violência Física: qualquer comportamento que implique agressão física, por exemplo, crimes de ofensa à integridade física, maus tratos físicos, sequestro, intervenções e tratamentos médicos arbitrários.

Violência Psicológica/Verbal: Provocar intencionalmente na pessoa idosa dor, angústia através de ameaças, humilhações ou intimidação de forma verbal ou não verbal, por exemplo, insultos, ameaças, humilhação, intimidação, isolamento social, proibição de atividades.

Violência Sexual: Violência na qual o agressor abusa do poder que tem sobre a vítima para obter gratificação sexual, sem o seu consentimento, sendo induzida ou obrigada a práticas sexuais com ou sem violência.

arte_idoso

 

Negligência e Abandono: é o ato de omissão de auxílio do responsável pela pessoa idosa em providenciar as necessidades básicas, necessárias à sua sobrevivência, por exemplo, o crime de omissão de auxílio e não providenciar acesso a cuidados de saúde.

Violência Financeira/econômica: qualquer prática que visa a apropriação ilícita do patrimônio de uma pessoa idosa e pode ser realizada por familiares, profissionais e instituições.

Violência Doméstica: Infligir, de forma continuada ou não, maus tratos físicos ou psíquicos, a pessoa particularmente indefesa em razão da sua idade ou dependência econômica que consigo coabite, por exemplo, castigos corporais, privações da liberdade e ofensas sexuais.

Seja cidadão. Denuncie! Disque 100 – Violência contra os idosos

Recomenda-se leitura do livro Saúde Do Idoso: Uma Abordagem Multidisciplinar dos autores Spencer Junior e Leopoldo Barbosa. Este livro foi pensado e escrito de forma interprofissional por psicólogos, médicos e nutricionistas, e nos lança no universo da saúde do idoso, principalmente, o da saúde mental. Ele aborda os problemas desde a história das doenças no Brasil, passando pela teoria da gerotranscendência e ações preventivas bem como pelo problema dos idosos institucionalizados, e vai até questões da prática diária como a preocupação com as interações medicamentosas e deles com os alimentos.

A Supere Psicologia está sempre do seu lado.

Mariane Gomes

Assistente Social da Perícia Médica do Estado de Pernambuco

marianii.gomis@yahoo.com.br

Sem Comentários


Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas HTML tags e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*